O que fazer em Curitiba: Praça do Japão

Resultado de imagem para praça do japão

imagem: Gazeta do Povo

Pensa em um lugar calmo, com árvores, pássaros, laguinhos, em meio à selva de pedra. Pensou? Agora acrescente um memorial, uma biblioteca e muita cultura. Essa é a Praça do Japão.

A praça do Japão é uma homenagem aos imigrantes japoneses que chegaram ao Brasil no século passado, em uma época em que nós precisávamos de mão-de-obra para as lavouras, enquanto eles tinham pouca demanda de emprego. Para que ficasse bom para os dois países, o governo brasileiro e o japonês fizeram um acordo de imigração, que resultou na vinda de mais de 150 mil japoneses.

A praça foi criada em 1960 e tem vários elementos que nos aproximam da cultura asiática.

Como não notar as cerejeiras? É muita cerejeira por metro quadrado! No total, o parque conta com cerca de 10 árvores dessa espécie, que foram enviadas do Japão pelo Império Nipônico. Há também os cinco lagos artificiais nos moldes japoneses espalhados pela praça, cheios de carpas coloridas (sim, tudo é colorido por aqui). Não podemos esquecer do pinheiro japonês, das duas cascatas e do Portal Japonês, formando um jardim para ninguém colocar defeito.

Praca do Japao

imagem: Ana Elisa Ribeiro

Deixando a área verde de lado, vamos conhecer um pouco mais sobre as construções na praça. Bem no centro se encontra a Casa da Cultura e a Casa de Chá. Mas o que mais chama a atenção é a réplica do Templo Dourado de Kyoto, com seus 11 metros de altura e uma garça em bronze no topo. Quer mais cultura japonesa? Calma que ainda não acabou!

Explorando mais a praça, é possível encontrar o Memorial da Imigração Japonesa, que é um espaço onde várias atividades são realizadas, como meditação, soroban (ábaco japonês que propõe ginástica para o cérebro), oficinas, palestras e a cerimônia do chá. Tem até uma lojinha de artesanato. Tudo isso administrado pela associação Nipo-brasileira de Curitiba (Nikkei).

Dentro do Memorial tem ainda uma Biblioteca Hideo Handa, com mangás e livros, em japonês e português, que abordam temas relacionados com a cultura japonesa. Para fazer empréstimos, basta fazer um cadastro gratuito, com documento e comprovante de residência.

Resultado de imagem para memorial praça do japão

imagem: Blog Praça do Japão

Outro detalhe quase impossível de não reparar é a lanterna oriental, de pedra esculpida, com 1,20m de altura, construída em comemoração aos 50 e 100 anos de Imigração Japonesa. Por último, temos a estátua Paz, do artista plástico japonês Baku Inoue, em referência à bomba atômica de Hiroshima, que matou cerca de 140 mil pessoas durante a Segunda Guerra Mundial.

É muita cultura em um lugar só. Não dá para perder!

Beijos e qualquer coisa, conte comigo!

Gi Salvatti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *