Feng Shui e a harmonia além dos ambientes

Feng Shui

 

Quem é que não precisa de harmonia? Um instrumento desafinado, um som fora de compasso ou um cômodo tão bagunçado que nem dá coragem de arrumar. Essas são situações cotidianas que nos fazem perceber a importância de harmonizar as coisas. E esse post trata de algo que vem para nos ajudar a resolver esse tipo de coisa, e ir ainda mais fundo no que se refere a harmonização.

Com “ainda mais fundo” quero dizer que isso vai além da arrumação física da casa: o Feng Shui traz consigo princípios energético de organização. Cada objeto e cada elemento tem um papel no funcionamento da casa e isso se reflete na vida de quem habita. Além disso, claro, a casa acaba ficando organicamente ajustada, sem muito acúmulo de coisas desnecessárias e visivelmente agradável.

É uma arte milenar, então os conceitos não são uma invenção moderna e, na verdade, algumas tendências contemporâneas de arquitetura e decoração utilizam o Baguá (já vou falar dele) como base para indicar suas diretrizes, preceitos e configurações.

Vou expor aqui alguns dos conceitos e princípios do Feng Shui:

Baguá – É aonde todo estudo começa: uma espécie de mapa instrutivo que indica os centros de energia do lugar e ajuda a definir os primeiros passos para incorporar os princípios do Feng Shui na sua casa, trabalho e em qualquer ambiente que desejar. Se trata de um polígono de 8 lados (um octógono), que apresentam 9 áreas de influência na vida.

Bagua Mapa - Feng Shui

Baguá – Feng Shui

 

Não é exatamente fácil, mas também não é complicado adequar seu lar ao Feng Shui. É sim um pouco trabalhoso. Utilizar o Baguá é basicamente seguir uma orientação de quais tipos de objetos devemos concentrar em quais áreas da casa. Alinha-se o Norte no Li, e o Sul no K’an, para dar início a distribuição dos elementos.

Nas área de carreira (K’an), coloca-se objetos relacionados ao elemento água, de cor preta, um elemento mineral de turmalina ou equivalente e da forma sinuosa. O Ch’ien, mais ao leste (ou sudeste), está ligado à amizade, às viagens e à espiritualidade. Lá se coloca imagens de guias espirituais e elementos de cor cinza, de preferência dos elementos água ou metal (por estar entre estes elementos no Baguá) e assim por diante.

Planta - Feng Shui

 

No centro da casa, por exemplo, que é normalmente um corredor, é indicado colocar objetos de cor predominantemente amarela, de formas quadradas ou retangulares e do elemento terra (cerâmicas). Isso influenciará na saúde dos moradores e na ligação entre uma área e outra da vida (do sul e do norte do mapa), já que está justamente no centro de todas as outras áreas.

Existem mais alguns princípios a serem seguidos, como a posição dos móveis e o uso corretos de espelhos nos ambientes. Recomendo que quando for construir sua casa ou decorar seus ambientes, compre um guia ou contrate um profissional especializado.

 

Beijos e qualquer coisa, conte comigo!

Gi Salvatti.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *