5 pedras preciosas mais raras do mundo e onde encontrá-las

 

Por Anita Cunha (Liev Joias)

 

É quase impossível imaginar a joalheria sem pensar em pedras preciosas – desde os tradicionais diamantes, até pedras como a rara turmalina paraíba, que conquistou o mundo com seu azul único. Como designer de joias, é um dever – que virou paixão – saber mais sobre as pedras preciosas e de onde elas vêm! Me chamo Anita, fundadora da Liev Joias, e hoje vou dividir um pouco desse universo com vocês!

Alexandrita

 

A alexandrita recebeu esse nome em homenagem ao Czar Alexandre II que no dia da descoberta completava 12 anos de idade, na Rússia. Essa pedra tem uma característica muito particular: sob a luz natural, ela fica verde ou mais raramente azul e quando iluminada por luz incandescente, mostra-se em tons de vermelho e violeta!

Lugares do mundo em que se pode encontrá-la: Brasil, Sri Lanka, Zimbábue, Birmânia, Madagascar, Tanzânia e Rússia.

Tanzanita (minha preferida – Gi Salvatti)

 

É uma pedra muito rara e como o nome já diz, pode ser encontrada somente na Tanzânia, perto do monte Kilimanjaro. Assim como a alexandrita, ela pode mudar de cor dependendo da sua formação cristalina ou da luz solar. Os tons dessa pedra variam do azul para o roxo, e violeta.

Diamante Vermelho

 

Diamantes com tonalidades são muito mais raros do que se pode imaginar. E o diamante vermelho é um deles. Essa pedra preciosa é dificílima de ser encontrada no mundo e existe apenas em tamanhos pequenos. O maior diamante vermelho já encontrado foi aqui no Brasil, com menos de 5 quilates –  o que equivale ao peso de 1 grama.

Turmalina Paraíba

 

Com uma beleza inigualável, seu brilho único e uma tonalidade de azul incrível, a turmalina paraíba encantou o mundo inteiro. E o fato de ser difícil de encontrá-la, a tornou mais desejada ainda! As primeiras turmalinas foram encontradas no estado da Paraíba, e assim foram batizadas. O nome por si só já diz: só pode ser encontrada aqui no Brasil. Mas existem outras jazidas onde é possível encontrar turmalinas de tom semelhante – mas não igual – e estas ficam na Nigéria e em Moçambique.

Opala Negra

 

É uma pedra que nos hipnotiza pela beleza, mistério e brilho único que mistura várias cores. Pode ser encontrada na Austrália e é uma das pedras mais caras do mundo! Curiosidade: uma das opalas negras mais valiosas de todos os tempos é a “Aurora Australis”, que foi descoberta em Lightning Ridge em 1938. A pedra de 180 quilates é admirada devido ao seu grande tamanho e intensa coloração. Em 2005, ela foi avaliada em cerca de 763.000 dólares.

 

—-

Conheci a Anita no aeroporto, depois ela me deu uma carona e começamos assim essa amizade.

Anita, eu te desejo muito sucesso na sua carreira. E agradeço muito pela colaboração no blog. Abraços!

 

Para saber mais, e para encontrar joias incríveis, sigam @liev.joias no Instagram.

E acessem www.liev.com.br!

Beijos e qualquer coisa, conte comigo!

Gi Salvatti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *