Viagem para o Rio de Janeiro: Pedra da Gávea

Pedra da Gávea - Rio de Janeiro

 

Tem que ter disposição! Afinal de contas, é o maior bloco de pedra a beira-mar do mundo com 844 metros de altitude. Pra você ter uma ideia, fica acima do Corcovado (e do Cristo Redentor) e tem mais que o dobro da altura do Pão de Açúcar. Pra chegar no topo, são mais de 3 horas de caminhada (isso sem parar para descansar) intensa e uma escalada leve.

Subir a Pedra da Gávea foi uma decisão difícil: há um tempo atrás eu fiquei sabendo de um acidente envolvendo um garoto que infelizmente não terminou da forma que se espera que termine um passeio entre amigos. Por isso, eu tinha a impressão de que era muito perigoso pra arriscar, mas mais uma vez, a vontade de quebrar uma barreira me fez querer subir a montanha. A única coisa que eu precisava para minimizar os riscos era de um guia, alguém que conhecesse bem o lugar.

Pedra da Gávea - Rio de Janeiro

 

Comecei a pesquisar e buscar alguém que pudesse tornar real essa aventura. Encontrei algumas opções mas ainda com o pé atrás busquei a recomendação de um amigo. Foi aí que conheci a Nattrip Turismo, uma empresa especializada em ecoturismo (esse nome vem de Natural Trip: eles têm toda uma orientação para a ecologia e a educação ambiental, sempre com a preocupação em não causar impactos no meio ambiente). E lá fomos eu e uma amiga.

Logo de cara eles já perguntaram sobre o nosso preparo físico pra esse passeio em específico, falaram do tempo e da dificuldade do trajeto e deram algumas outras opções de passeios que eram, digamos, mais leves. Como eu estava decidida e já estou acostumada com as minhas andanças por aí, topei a Pedra da Gávea mesmo! Além disso, o guia me fez sentir muita tranquilidade, mostrando as cordas e equipamentos de segurança que eles tem. É claro que o passeio acaba levando um pouco mais de tempo, mas não há problema em curtir por mais um tempinho aquele visual do caminho: um dos mais incríveis que já pude presenciar. O Rio é lindo né, gente?

Pedra da Gávea - Rio de Janeiro

Carrasqueira – Pedra da Gávea

 

A trilha tem um pouco de subida, mas nada além do que normalmente se espera. A parte mais difícil é a carrasqueira, que é aonde mora o perigo: muita gente vai sem o equipamento de segurança e basta um escorregão pra cair, e se cair é só uma vez. Eu subi com assistência, cadeirinha e corda, então do medo só sobrou a adrenalina! O guia que levou a gente sabia vários pontos com vistas maravilhosas. A subida valeu muito a pena!

*Dicas de Ouro:

  • Leve protetor solar: o sol não dá muita trégua (e nós adoramos). 😀
  • Carregue muita água com você: o lugar é inóspito, então você não vai encontrar água pra comprar lá em cima.
Pedra da Gávea - Rio de Janeiro

Grupo que subiu com a Nattrip Turismo. Galera gente boa!

 

O passeio às vezes demora mais do que o previsto, então vá preparado! Ninguém vai com muita pressa de ir embora, então reserve um dia pro passeio. Conheci muita gente legal e na mesma energia que eu, de descobrir e explorar. Dá pra fazer amigos e por isso a gente acaba indo batendo um papo na maior tranquilidade.

Quero agradecer a Nattrip Turismo por essa experiência sensacional! Pra quem for visitar o Rio e quiser realizar passeios com segurança e tranquilidade, procurem por eles. Quem me auxiliou em todo o processo foi o Vinicius Viegas (obrigada mais uma vez!), e vou deixar o contato dele aqui para quem quiser procurar por mais informações ou passeios:

contato@nattrip.com.br
+55 (21) 3264-0182 | +55 (21) 96931-8893
Rua Barão de Itapagipe, 543, Tijuca, Rio de Janeiro

O Instagram deles é: @nattripbrasil.

Saiba mais sobre o Passeio da Pedra da Gávea com a Nattrip Turismo.

 

Beijos e qualquer coisa, conte comigo!

Gi Salvatti.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *