Viagem para o Maranhão: Barreirinhas

Boiacross no Rio Formiga, Barreirinhas - Maranhão

Boiacross no Rio Formiga, em Barreirinhas – Maranhão

 

Esse pequeno município é a porta de entrada para os Lençóis Maranhenses. Me recomendaram a Santos Turismo, entrei em contato e eles me indicaram os melhores passeios pra fazer e colaboraram para que a minha experiência fosse inesquecível.

Tive sorte! A pousada que fiquei é maravilhosa. Sabe aquela sensação de estar em casa? É assim que eu me sentia lá. Seu Riba trata todos que estão passando seus dias lá como se fossem da sua família.

Onde ficar?

Pousada do Riacho: como falei aqui em cima, foi perfeita. Indico com toda a certeza de que farão o máximo pra te deixar a vontade. As acomodações são espaçosas e bem limpinhas. O Seu Riba, como é chamado carinhosamente pelos hóspedes, faz questão de conversar com todos que estão ficando ali. Ele é nativo do Maranhão e conhece a região e a cidade como ninguém. Adorei conversar com ele e ouvir a sua percepção sobre o lugar.

Seu Ribas, Pousada do Riacho - Maranhão

Seu Ribas, Pousada do Riacho – Maranhão

 

O que fazer?

Em barreirinhas o “negócio” é fazer passeios. Tem alguns deles que são os mais recomendados. Vou contar aqui pra você!

Boiacross no Rio Formiga: você usa uma boia e a leve correnteza do rio te faz percorrer um caminho de mais ou menos uma hora. É um passeio tranquilo e um dos poucos que também podem ser recomendados para pessoas idosas e ou com mobilidade reduzida.

Lençóis Lagoa Bonita: nesse passeio você vai conhecer os lençóis maranhenses. Para chegar até os lençóis, o trajeto dura em média uns 40 minutos de carro 4×4 e o passeio já começa por esse caminho. Ao chegar no parque nacional você vai precisar suar um pouco a camisa e subir uma duna que não é das menores. Mas calma, suba com tranquilidade, no seu tempo!

* Dica de Ouro: o passeio dos grandes lençóis requer um pouco mais de esforço, então não é indicado para pessoas com alguma restrição quanto a mobilidade + LEVE PROTETOR SOLAR.

Rio Preguiças/Caburé: Esse passeio de lancha dura o dia todo. O trajeto é feito pelo Rio Preguiças, que é todo margeado por mangues e paisagens com palmeiras de Buriti (árvore que traz matérias-primas importantes para a comunidade ribeirinha). E o nome desse rio cheio de curvas tem a ver com a lenta correnteza, que se assemelha aos movimentos de um bicho preguiça.

Barreirinhas, Caburé - Maranhão

 

A primeira parada é em Vassouras, uma antiga ilha de pescadores que é parte da região dos Pequenos Lençóis. Nessa região o mangue disputa espaço com as dunas, que avançam cada vez mais sobre eles. Na época de chuvas formam-se, entre as dunas, pequenos lagos de água doce.

A segunda parada do passeio é em Caburé, onde vive o Seu Catarino (um nativo que já virou lenda). O homem é visitado por pessoas do mundo inteiro. Bati em sua porta, ele me levou para dar uma volta e conhecer o Farol Preguiças.

Seu Catarino, em Barreirinhas - Maranhão

 

A terceira parada foi para almoçar, onde os restaurantes são abastecidos pelos próprios pescadores da região: tudo fresquinho! Há um passeio de quadriciclo por ali que eu ouvi dizer que é muito legal! Eu só não fiz porque foi logo depois do fatídico momento em que caí no mar de Caburé e molhei o meu celular: estava sem clima pra nada.

Quer uma notícia boa? Recuperei boa parte do material que achei que tinha perdido! Tomei a decisão certa de voltar, há tempo de salvar meu trabalho. E agora, mais tranquila, não vejo a hora de colocar o pé na estrada e mostrar mais lugares zero clichês pra você! Na verdade, logo logo tem mais!

Beijos e qualquer coisa, conte comigo!

Gi Salvatti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *