Trancoso: tudo sobre sua próxima viagem

Como você pode chegar até Trancoso?

Você pode ir de avião (até Porto Seguro-BA) ou de carro para este destino. Também existem outras opções como hitchhiking (vou fazer um post sobre isso logo mais), aplicativos de carona, ônibus e até navio, mas isso vai depender muito de onde você partirá.

Cheguei no aeroporto, e agora?

Do aeroporto de Porto Seguro você tem duas opções: ir pela estrada estadual BA-001 até Trancoso (são aproximadamente 90 km) ou então fazer a travessia pela balsa, que fica há uns 15 minutos de táxi (dá uns 25 reais).

Algumas empresas de vans fazem este transfer (serviço de traslado) até o seu hotel, mas recomendo que se você tiver essa possibilidade, vá de carro. Os motivos dessa importante recomendação você descobrirá AQUI na seção “Como se locomover entre as praias, festas e passeios?” deste mesmo post, logo abaixo, sobre os meios de locomoção mais compatíveis com as necessidades do local.

Alugou um carro?

Ligue o GPS do celular, coloque como destino Trancoso e veja se está te levando pela balsa, que é o caminho mais curto (para facilitar você pode colocar como destino a Balsa de Arraial. Endereço: BA-986, 35, Porto Seguro – BA, 45810-000).

A travessia de balsa

Horários da Balsa para Arraial/Trancoso

Ela parte, durante o dia, a cada 30 minutos. Na madrugada, ela vem de 1 em 1 hora. A travessia leva menos que 15 minutos e tem algumas pessoas vendendo tapioca por ali, o que faz o tempo passar bem rapidinho.

Fiz a travessia de balsa, e agora?

Está de carro? Siga essas dicas

Ao sair da balsa, tem o Eco Parque a esquerda, suba a ladeira e siga sempre reto. Você vai passar por um posto de gasolina do lado direito, siga reto e você vai chegar na BR.

Ao chegar na BR continue reto: bem mais adiante você vai encontrar uma rotatória, e a partir dali, placas de sinalização indicarão o caminho para Trancoso. Tudo certo, aí é só começar a perguntar pra que lado fica a sua opção de hospedagem. 😀

*Dica de ouro: logo depois de atravessar a balsa, em Arraial d’Ajuda, tem uma padaria que se chama Sorella. É onde os locais vão fazer um lanchinho. O dia em que eu estive lá tinha uma sopinha delicioooooosa.

Foi a pé? Você tem essas opções

Opção 1 – Aproveite e pegue uma carona, a balsa geralmente está cheia de gente indo pra Trancoso: aposto que será muito mais divertido (é o que eu faria se estivesse a pé);

Opção 2 – Pegue o ônibus saindo da balsa. O preço é de 10 reais por pessoa e leva cerca de 45 minutos. É uma alternativa de baixo custo que vale a pena;

Opção 3 – Pegue um táxi e pague pelo menos uns 150 reais até o seu destino. Não recomendo, pois a frota é pequena e o preço alto.

Como se locomover entre as praias, festas e passeios?

Esse é o principal motivo para alugar um carro. Existe táxi, mas a frota é reduzida. Além disso, os taxistas ainda cobram preços fechados, sem ligar o taxímetro, o que permite um certo abuso.

Onde ficar?

Você pode fazer couchsurfing, usar o AirBnb ou escolher uma pousada. Os preços vão de R$60 por noite até quanto você estiver disposto a investir.

Qual foi a minha escolha? Pousada Estrela D’água

Pousada Estrela D'Água, em Trancoso.

Depois de passar vários dias pesquisando, escolhi a Pousada Estrela D’água, porque optei pela comodidade de ter uma piscina e a praia bem pertinho de mim. As instalações são encantadoras por si só, mas além disso, a localização (1,4km do Quadrado), o restaurante e o acolhimento da equipe me fizeram ter certeza de que escolhi a melhor opção da cidade.

Você pode conhecer um pouco mais neste vídeo AQUI.

Onde comer?

Assim como a hospedagem, os locais de alimentação também variam muito de preço e opções de cardápio. Como gosto de conhecer a fundo o lugar, pude conhecer alguns estabelecimentos mais baratos, com preços mais acessíveis, mas é possível encontrar restaurantes de alta gastronomia também.

Mais uma vez, vai depender da sua escolha, mas já adianto que os preços são um pouco mais caros do que o usual, mesmo nas opções mais simples.
Separei algumas indicações, do mais simples ao mais sofisticado:

El Gordo $$$

Restaurante El Gordo, em Trancoso

Na pousada tem um restaurante com uma vista encantadora: de lá pode-se observar a Praia dos Coqueiros.

Sugiro ir para um almoço ou um jantar mais cedo, para poder apreciar a vista e tirar várias fotinhos :D. O prato que eu pedi foi um macarrão com lagosta: incrível. Destaque também para o café da manhã: super completo e bem preparado.

Restaurante Estrela D’água $$$

Foi o meu escolhido em uma das noites e pedi um prato tipicamente baiano, uma moqueca de frutos do mar. O prato é muito bem servido e saboroso. Parece aquelas comidas preparadas por vó, sabe? Dá pra sentir que é tudo feito com muito carinho pelo pessoal de lá.

Restaurante Bar Encontro dos Amigos $

Bar dos Amigos em Trancoso

Ótima escolha para um almoço gostoso e com “preço real”, como o proprietário mesmo diz. A casa existe há 40 anos, era um bar de pescadores e, na época, só vendia cachaça e cerveja.

Anísio (dono do bar) assumiu há alguns bons anos e transformou o estabelecimento em um restaurante. Ele conta com dois cozinheiros incríveis, a Ruth, que é especializada em frutos do mar e cozinha baiana, e o Franco: especializado em gastronomia italiana.

Gelateria do Beco $

Sorvetes artesanais: a maioria deles são feitos com frutas da região. De acordo com o pessoal de lá, o sabor preferido dos clientes é o de banana com nozes.

Gelatteria do Beco em Trancoso

 

Bahia Bonita $$

 Restaurante Bahia Bonita em Trancoso

Além de ser um spot super charmoso, o prato que pedi estava muito saboroso.

Pedi ao garçom que me servisse em uma das cadeiras que ficam de frente para a praia e mesmo assim o atendimento foi impecável.

Maritaca $$

Pizzas e pratos principais a partir de 70 reais. É uma alternativa interessante pra quem não gosta muito da cozinha local. Além disso, eles também têm sanduíches, massas, grelhados, risotos, saladas e sobremesas. Os drinks também são muito bem executados.

Jacaré do Brasil $$$

A rusticidade do ambiente e o sabor formaram a combinação perfeita para entrar na lista dos meus queridinhos em Trancoso.

O que levar (e não levar) na mala para Trancoso?

Não pode faltar

Leve repelentes, protetores solares, bronzeadores, chapéus, bonés, viseiras e afins. Loções pós sol são bem vindas e podem ser muito úteis caso você venha a passar do ponto no sol.

O ideal é levar 1 biquíni/bermuda/sunga para cada dia. Chinelo, tênis e rasteirinhas também são fundamentais.

São indispensáveis os itens como saída de banho e uma roupa fresquinha para ir ao Quadrado, o point do final da tarde.

Dependendo da época do ano, é bom levar uma capa de chuva.

Por via das dúvidas é bom levar analgésicos, antitérmicos, anti-inflamatórios e outros. Não precisei, mas deve ser difícil encontrar um médico por lá.

Melhor não levar

Salto alto: eu fiz a besteira de levar vários saltos, afinal estava indo para 4 dias de festas de um casamento. Contudo, acabei levando-os para passear: não usei nenhum em nenhum dos dias! Nem no casório, acredita?

Trancoso tem grama, pedrinhas e paralelepípedos. Definitivamente não dá pra usar salto fino. O máximo que você vai conseguir é usar anabela, mas mesmo assim evite levar. Sapatos baixos combinam melhor com o terreno.

Maquiagem muito forte: ninguém quer passar papelão, né? Apesar do destino ser super badalado, o cool do lugar é ser o mais natural possível (mesmo que não seja :P). Invista numa maquiagem natural (tipo: engana boy. Sabe?). Lápis, sombras e aquela produção mais carregada fogem da proposta do ambiente.

Vai a um casamento?

Quando estive em Trancoso fui em um casamento. Foram 4 dias de festa 😳.

Para o grande dia, fui ao salão prender o cabelo e fazer uma make. Pesquisei bastante antes de escolher o Fios Kérastase, porque salão é uma coisa que não dá pra errar, né ?

O salão é uma fofurinha, como tudo naquela cidade. Foram preciso de 3 profissionais para prender o meu cabelo de leão (tenho muuuuito cabelo). Amei o resultado! Ficou bem natural e durou até o outro dia. Parece que o vento da praia deixou ele ainda mais bonito.

Salão de Beleza Fios Kerastase Trancoso

Na sexta-feira, um dia antes do casório, a festa acabou um pouco mais cedo para que os noivos pudessem descansar. É claro que eu não perdi tempo: me joguei no forró do Quadrado, dancei com os nativos, tomei catuaba e comi um sopão cura ressaca. (já que é pra se jogar na experiência vamos com tudo, né mores? lol ) 

Como eu não tenho limites eek, ainda parei para comer uma tapioca em um carrinho que tinha ali na frente do Quadrado. Uma delicia! Recomendo.

Tapioca no Quadrado em Trancoso

Voltando pra casa

Meu voo de saída era às 15h. Saí do hotel com antecedência, o que me fez ter mais tempo de espera no aeroporto de Porto Seguro. Na frente do aeroporto, encontrei essa barraca de acarajé.

Acarajé da Dona Severina em Porto Seguro

Com certeza o melhor que eu já comi até hoje. E ainda comprei uma pimenta extremamente forte, adorei!

Espero que tenham gostado! Aqui tem mais um post (o último dessa série) sobre a cultura, o povo e a história dessa beleza de lugar.

Beijos a todos, e contem comigo!

Gi Salvatti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *